terça-feira, 21 de outubro de 2008

As linkagens do real com o virtual


Não gosto de blogs. Tenho preguiça de lê-los e provavelmente terei de escrevê-los. Blog é um diário que você começa com o tempo invertido. Bicho muito estranho. Tenho para mais de 50 cadernos de diários. Para mim, escrever a mão é um dos melhores jeitos de eu esclarecer algumas coisas para mim mesma. Porém nem sempre dá tempo para conversar dessa forma e, mesmo quando consigo, acabo falando de muita coisa, mas praticamente nada sobre o portal, que já me absorve quase que o tempo todo — continuar a falar dele no diário é não ter mais outro assunto na vida... Semana passada, então, comecei a ser incomodada por uma estranha sensação de que queria falar de Blocos, mas não especificamente dele, e sim do que vejo, através dele, nestas doze a dezesseis horas diárias. Há sempre uma frase, um e-mail, uma leitura que me desencadeia idéias, reflexões, comentários, piadas, sensações. E é este tipo de coisa que quero ir registrando: as linkagens do virtual com a vida, as aproximações e os desencontros. com as pessoas, através da cibercultura. Há muito o que contar, o que rir, o que reclamar, o que partilhar neste mundo virtual — real e fantástico ao mesmo tempo. Você provavelmente mesmo sem saber, já faz parte deste cotidiano, e aparecerá aqui ou com seu nome verdadeiro ou com um nome fictício. Neste último caso, de repente, você se perguntará: será que este recadinho é para mim? Melhor avisar logo para que você não descarte nenhuma possibilidade, porque qualquer semelhança pode ser vera coincidência...

16 comentários:

Vera Vilela disse...

Oba! Cheguei primeiro.
Leilinha, qualquer forma de comunicação com você será sempre um enriquecimento para mim.
Amei a idéia.
Beijooooooooooooooo

Márcia Sanchez Luz disse...

Leila, minha querida...

Adorei sua mais nova empreitada ;-)
Que lindo ficou seu espaço! Estou ansiosa pra saber o que vem por aí...rss... Sei que será bom demais poder visitá-la sempre aqui.
Vou correndo lincar seu "Links and Thinks" em meus blogs.

Parabéns!! Que este espaço lhe dê lindos frutos!!

Assim, inaugurando seu cantinho, deixo um beijo imenso em seu coração.

Com carinho,

Márcia

Anônimo disse...

leila não há como não ter um blog... você verá que divididir sensações, impessões e emoções na maior rede de informações do mundo é um desnudar, é propor uma vida sem segredos, mas é também uma forma de obter reações e respostas imediatas. Parabéns! beijão, urha

Leila Míccolis disse...

Vera, Márcia que bom que você já estão aqui comigo, minimizando agruras e ampliando alegrias, como sempre. Equipe é equipe, não é não, meninas de ouro? Bem-vindas a este blog recém-saído do ciber-forno... Obrigada pela força, Leila

Leila Míccolis disse...

Pois é, Urha, vamos ver no que dá esse tal de "diário público" — mais uma das muitas contradições da pós-modernidade... ;-)
Beijos,
Leila

ROGEL SAMUEL disse...

AMIGA, MIL BOAS NOVAS!!!!!!
VOCÊ VAI GOSTAR MUITO DE SER BLOG,

VOCÊ VAI ACOSTUMAR-SE

E EU GOSTEI MUITO DE VOCÊ ME COLOCAR NO LINK DE SEU NOVO ESPAÇO.
VOU SER LEITOR DIÁRIO

VIVA A LEILA!

BEIJOS DO ROGEL

Leila Míccolis disse...

Rogel Samuel, muito obrigada pela mensagem. Gosto muito de mural de recados - como o Orkut, o Hi5 - então, neste sentido, acho que vai ser mais um espaço ágil. Pretendo usá-lo como desabafo dos momentos alegres ou nebulosos dos bastidores do portal, registrando fragmentos e comentários que se dispersam, mas que também fazem parte do processo do fazer diário de Blocos. Beijo amigo, Leila

Tania Montandon disse...

hehehe

Acho que tenho uns 20 caderninhos de diário de papel e também não acho a mesma coisa. O bom que acho dos blogs é a possibilidade de receber algum comentário. É bom, às vezes, saber o que outros pensam sobre o que pensamos. Eu me identifico com muitos de seus pensamentos, embora não saiba expressá-los tão bem. Tenho prazer em ler quando quem escreve o faz bem! Boa sorte na nova idéia!
beijos

Leila Míccolis disse...

Oi, Tania, eu acho que ambos são diários sim, o que muda é a intenção de quem o escreve: um, privado, escrito para nós mesmos (e guardados a sete chaves, em geral) o outro público, dirigido a um público e esperando-se comentários dele. Por exemplo, agora foi ótimo saber que você compartilha de muito das minhas idéias. Espero que isto nos aproxime mais. Mas ainda quanto a relação entre o blog e o diário, lógico que mudando-se a intenção, muda-se também o tratamento da idéia, a forma de expressão ou o teor dos comentários. Mas para mim ambos são diários, no sentido de registro de fatos, sensações e comentários, têm uma estrutura comum a ambos. Obrigada por vir até aqui e interagir e conversar comigo. Beijos, Leila.

Jackson Franco disse...

Como escritor e blogueiro iniciante,dou as boas vindas.
Sucesso no blog!

POESIA EM VOLTA disse...

Que bom que te achei! O blog é uma boa fonte de inspiração também. Abraços

Tais Luso de Carvalho disse...

Minha amiga, para onde vais, o sucesso te segue, ou persegue? No ‘Blocos’, trabalhas: no teu blog vais te divertir. É muito gostoso ser blogueira e interagir com teus leitores. Já estás linkada no meu blog.
Leila, querida, sucesso!
Um grande beijo
Tais Luso

Madalena Barranco disse...

Anotei & anotado! Você já está em meu "blog roll de amigos do Morango".
Blog é a forma mais livre e descompromissada de expressão na Web! Por isso, é no blog que se diz aquilo que não se pode falar oficialmente no site. Aqui, Leila, "rola" a alma das letras soltas pelo céu da tela acesa.

Beijos, carinho.

Leila Míccolis disse...

AGRADCIMENTO COLETIVO
Obrigada Madalena, Taís e Jackson, sejam bem-vindos sempre. Abração, Leila

samuca santos disse...

leilinha,
a carapuça etc. e tal.
mas... adoro tu (sabes desde os '80) e tô com meu blog (rs), incluindo seus links.
sou fã (sabes, blá-blá-blá).
beijos e parabéns pelo dardos.

Leila Míccolis disse...

Samuca querido, obrigada, nossa amizade já dura décadas e tenho certeza de que permanecerá infinita. Beijos, Leila