sábado, 2 de janeiro de 2010

MEU ANIVERSÁRIO




MOTO PERPÉTUO

A primeiro de janeiro apareci,
mas a bem da verdade só nasci
bem depois do meu aniversário.
Assim mesmo, afirmar isso é temerário,
pois até hoje meu espírito se sente
ainda em nascimento permanente.

          
 Leila Míccolis

É muito bom começar o ano assim, embora fazer aniversário em 1º de janeiro, no Dia da Confraternização Universal é meio complicado, porque em geral os amigos, cansadíssimos pelas comemorações do reveillon, acabam sem ânimo de comparecer a mais confraternizações no dia seguinte. Há alguns anos, porém, minhas festas têm sido repletas e muito animadas, com o carinho virtual  de muita gente que festeja comigo o dia primeiro. Hoje, passei o dia inteirinho agradecendo a cerca de 250 amigos que vieram manifestar seu carinho através de dos meus dois perfis no orkut — gente de todos os estados brasileiros, e até alguns de outros países. Uma reunião que só a Internet possibilita. Fico comovida, é uma sensação incrívelmente maravilhosa, inenarrável. Obrigada a todos que se lembraram de mim, à vida, responsável por colocar cada um de vocês em meu caminho, e à Lua Azul, fenômeno que neste ano de 2010 acrescentou ainda mais magia à data, prenunciando um ano mais alegre e melhor para todos, inclusive para o planeta. O calendário Seicho-No-Ie, que ganhei de presente de Leninha, sugere: "O primeiro dia do ano é o primeiro passo a ser comemorado. Hoje a partir deste momento, vamos avançar alegremente". É justo o que pretendo fazer, junto com todos vocês. Feliz ano todo a todos,
Leila