sábado, 2 de janeiro de 2010

MEU ANIVERSÁRIO




MOTO PERPÉTUO

A primeiro de janeiro apareci,
mas a bem da verdade só nasci
bem depois do meu aniversário.
Assim mesmo, afirmar isso é temerário,
pois até hoje meu espírito se sente
ainda em nascimento permanente.

          
 Leila Míccolis

É muito bom começar o ano assim, embora fazer aniversário em 1º de janeiro, no Dia da Confraternização Universal é meio complicado, porque em geral os amigos, cansadíssimos pelas comemorações do reveillon, acabam sem ânimo de comparecer a mais confraternizações no dia seguinte. Há alguns anos, porém, minhas festas têm sido repletas e muito animadas, com o carinho virtual  de muita gente que festeja comigo o dia primeiro. Hoje, passei o dia inteirinho agradecendo a cerca de 250 amigos que vieram manifestar seu carinho através de dos meus dois perfis no orkut — gente de todos os estados brasileiros, e até alguns de outros países. Uma reunião que só a Internet possibilita. Fico comovida, é uma sensação incrívelmente maravilhosa, inenarrável. Obrigada a todos que se lembraram de mim, à vida, responsável por colocar cada um de vocês em meu caminho, e à Lua Azul, fenômeno que neste ano de 2010 acrescentou ainda mais magia à data, prenunciando um ano mais alegre e melhor para todos, inclusive para o planeta. O calendário Seicho-No-Ie, que ganhei de presente de Leninha, sugere: "O primeiro dia do ano é o primeiro passo a ser comemorado. Hoje a partir deste momento, vamos avançar alegremente". É justo o que pretendo fazer, junto com todos vocês. Feliz ano todo a todos,
Leila 

8 comentários:

ROGEL SAMUEL disse...

além, muito além dos 250 amigos que festejaram o seu aniversário deve haver outro tanto que não se manifestou ainda... são os seus leitores tímidos... conhece alguns

Leila Míccolis disse...

Rogel, você é ótimo... Os leitores tímidos me mandaram e-mails... rs... Muitos beijos, Leila

Márcia Sanchez Luz disse...

"...pois até hoje meu espírito se sente/ainda em nascimento permanente."

É por aí mesmo, querida. E como é bom poder estar sempre nascendo para a vida!

Beijos muitos, carinho imenso,

Márcia

Lucia Constantino disse...

Parabéns, minha querida! Eu não sabia que era o seu aniversário -- vai com atraso, mas vai, você sabe, do fundo do meu coração. Mandei-te um e-mail no final do ano, mas acho que vc. não recebeu... hoje mandei de novo, contando as coisas como vão por aqui. Tudo de bom, alegrias, realizações, que Deus te ilumine sempre, sempre, sempre....Beijo no coração --- Lúcia Constantino.

Leila Míccolis disse...

Lúcia, não recebi suas mensagens, nem do final do ano nem esta que você mencionou agora. Espero que tudo esteja bem, e que 2010 seja um ano alegre o tempo todo... rs. Obrigada pelo carinho pelo meu aniversário, beijo, Leila

Leila Míccolis disse...

Pois é, Márcinha, um nascimento é sempre fruto de um doloroso parto, em geral, mas é a vida aberta a múltiplas possibilidades. Lembro-me sempre de João Cabral, que aliás faz anos hoje (9 de janeiro):
"...E não há melhor resposta
que o espetáculo da vida:
vê-la desfiar seu fio,
que também se chama vida,
ver a fábrica que ela mesma,
teimosamente, se fabrica" ...
Beijos, Leila

Ana disse...

Pensei em você hoje (quase cinco meses após seu niver), te procurei no facebook, e encontrei seu blog por acaso!
;)
beijo!

Leila Míccolis disse...

Não estou no Facebook, Ana, mas que bom que você encontrou meu blog (nada é por acaso... rs). Beijos, Leila