domingo, 19 de fevereiro de 2012

Da farsa ao fogão

Desconheço o que é ser Cinderela,
mas conheço muito bem
como se sente uma abóbora...

       Leila Míccolis



Do livro: Sangue Cenográfico

2 comentários:

Edimo Ginot disse...

Poesia enxuta e grandiloquente.
Parabéns

Um abraço
EG

Leila Míccolis disse...

Obrigada, Edimo, que bom que você achou grandiloquente, na poesia minimalista há quem considere apenas o tamanho... Mas você é vinho de outro pipa... rs